terça-feira, 25 de dezembro de 2007

amarelo


É o fogo que queima.
Fogo amarelo.
Duvidoso. Fogo.
Inspirado e sem
nexo. Hepático.
Mas esperançoso.
Do amarelo
busco um pouco mais.


Poema de Marcelo de Barros

5 comentários:

Polly disse...

Vc é demais!!!!!!!!!!!!!!!!
eu amo amarelo...
o cítrico do amarelo....
xoxooxoox
feliz ano novo:)

kennedy rafael disse...

amarelo da prosperidade, da vida, do novo, do nascimento....

Marcelo di Barros disse...

esta imagem ficou muito boa mesmo...
parece que tomei absinto e fui ver o Zé tocar
hj vou ficar amarelo tal qual um crepe... hehehehe
que tal? vai amarelar? eu vou

Tatiana Campos disse...

amarelo do dinheiro tambem.
bjs!

kennedy rafael disse...

grana pra nois tudo ano q vem neh!!! absinto to foraaaa!!! mais vou ficar amarelooo crarooo.. abraçossss.