sexta-feira, 13 de julho de 2007

Dragões - O mito dos dragões chineses


Os dragões ou drago (do grego drákon, δράκωυ) são animais reais ou apenas fruto do imaginário humano que cria divindades e monstros os transformado em mitos. O certo é que a crença na existência dos dragões percorre as mais antigas civilizações pelo mundo, e em todos os seus continentes, povoam o folclore de povos tão distantes como os europeus e os chineses. Algumas culturas os idolatram outras os têm como monstros devoradores de homens.

Para a cultura asiática os dragões são mais que seres mágicos, adquirem o estatus de deuses.

Junto com o Unicórnio, a Fênix e a Tartaruga, era considerado um dos quatro primeiros animais que ajudaram na criação do mundo. O dragão não tinha rivais em sabedoria e em poder para conceder bênção.


Ele é um dos doze signos do zodíaco chinês e visto como criatura mítica, divina que trás a abundância, a prosperidade e a boa sorte.

Na china, os Long, como são chamados em mandarim os dragões por lá, existem em quatro formas, além dos Dragões Imperiais, encontramos:

. Celestiais - Tien-lung - que protege os deuses;
. Espíritos da Terra - Ti-lung - que controla os rios e a terra;
. Dragão Espiritual - Shen-lung - responsável pelas chuvas e ventos;
. Guardiões de Tesouros - Futs lung - que guarda metais e pedras preciosas.

Existem ainda quatro dragões ligados aos rios conforme a região (norte, sul, leste ou oeste).
Chien Tang, que possui sangue vermelho, uma juba de fogo e 900 pés de comprimento é o comandante dos dragões dos rios.


O dragão Yuan-shi tian-zong, teria surgido no princípio do universo e criado o céu e a terra, ocupa uma das mais altas posições hierárquicas no taoísmo. No ano novo chinês é representado por esculturas feitas de papel e fitas e sua dança traz a abundância, a prosperidade e a mensagem de boa sorte. Chineses em todo o mundo dizem com orgulho serem “Lung Tik Chuan Ren” (descendentes do dragão).


São nove as características do dragão chinês:

Cabeça que se assemelha a de um camelo, chifres de cervo, olhos de coelho, orelhas de touro, barriga de sapo, escamas e bigodes de carpa, patas de tigre com garras de águia.


Escamas

Na tradição oriental os dragões têm 117 escamas, 81 de polaridade yang e 36 de polaridade yin.

Patas

A maior parte dos dragões chineses é representada com quatro patas e às vezes dois pares de asas, contudo á outras representações de formas para os dragões.

Os dragões de cinco patas, que simbolizam o poder na china são os Dragões Imperiais. Era a representação dos Imperadores chineses, só eles poderiam utilizar túnicas com representações de dragões de cinco patas.

Cores

Os dragões do tipo Chiao têm as costas listadas em verde e branco, as laterais em amarelo e a barriga em vermelho. Outros dragões variam do verde ao dourado e alguns são azuis representando o pólo oeste, o oriente.

A pérola

Alguns dragões são representados carregando uma pérola numa das garras, junto à boca ou sob o queixo. Dependendo onde esta a pérola pode representar um elemento que lhe da força, permitindo que suba aos céus ou uma representação das águas marinhas.

Há uma alusão aos peixes-dragões que derivariam das carpas.
As carpas possuem grande habilidade de saltarem pelas corredeiras dos rios, as mais fortes e habilidosas se transformariam em dragões dos rios ou peixes-dragões.

Para indicar o sucesso de uma empresa os chineses têm um ditado que diz:
“A carpa atravessou o portal do dragão.”.

Os nove filhos do dragão

Existem segundo as lendas nove filhos de dragão, são eles:

. Haoxian - um dragão imprudente;
. Yazi - valente e belicoso (adorna bainhas de espadas e punhais);
. Chiwen - está sempre olhando para o horizonte (decora pináculos);
. Pulao - gosta de rugir (aparece em representações de sinos);
. Bixi - gosta da companhia de outros seres;
. Quiniu - que gosta de música (representado em instrumentos de corda);
. Suanmi - gosta de fumaça e fogo (representado em queimadores de incenso);
. Jiaotu - vive enrolado como um caracol (utilizado na decoração de portas).

Comida de dragão

Eles comem bambu, leite, nata, carne de andorinha e arsênico. Normalmente não devoram seres humanos. Mas cuidado! A tradição chinesa diz que após ter ingerido carne de andorinhas é arriscado andar de barco. Os dragões têm faro apurado e confundidos pelo hálito das preciosas presas eles podem engolir uma pessoa numa bocada só.

Diz a lenda que o imperador da China, Yangdi, dinastia Sui, nomeou em 611 a. C o primeiro tratador de dragões do reino, encarregado de deixar alimentos em lagoas sagradas. O cargo gozou de enorme prestígio por séculos.



O dragão chinês simboliza o poder e a valentia, o heroísmo e a perseverança. A ele é atribuído grande energia, decisão e otimismo. É considerado inteligente e ambicioso.

Ao contrário dos dragões ocidentais, a maior parte dos dragões orientais são belos, sábios e generosos. Em vez de temidos, são amados e venerados. Templos são construídos em sua honra, uma vez que eles controlam a chuva, os rios, os lagos e os mares.


olho do dragão

Muito provavelmente a permanência do dragão como mito chinês baseia-se na descoberta de restos fossilizados de grandes dinossauros. Se não tem na sua origem a descendência evolutiva, os dinossauros, no mínimo, deram-lhe corpo!

Há escritos datados do séc. III-IV, dinastia Jin do Ocidente, relatando a descoberta de “ossos de dragão” enterrados na província chinesa de Sìchuan, região rica de fósseis de dinossauros.

Na China, a associação dos dinossauros aos dragões é de tal modo profundo, que o termo atual em chinês mandarim para dinossauro, kong lóng, significa, literalmente, terrível dragão.


escultura em metal

Vamos falar das relações dos dragões com os dinossauros e a ciência numa outra oportunidade. Por enquanto podemos nos deliciar com a criatividade e imaginação das lendas chinesas em torno dos maravilhosos dragões e seus encantos.

...


Fontes:

Museu Nacional de História Natural - Universidade de Lisboa
Silva, C.M. da (2005) – Guia do/a Professor/a. Exposição “Plumas em Dinossáurios!
Afinal nem todos se extinguiram”. Museu Nacional de História Natural, Universidade de
Lisboa, 50 pp. Acessível em www.mnhn.ul.pt/geologia/plumas/gprofs.pdf e
www.http://correio.fc.ul.pt/cmsilva/Agprofes.pdf

Site Terra
http://paginas.terra.com.br/arte/conselhowyrm/drclgia.html
http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI995748-EI6585,00.html

Wikipedia
http://pt.wikipedia.org/wiki/Dragão


Dragões - História
Por Rodrigo Wolff Apolloni
http://216.239.51.104/search?q=cache:zBM6CUTSHd0J:www.tattooshow.com.br/index2.php%3Foption%3Dcom_content%26do_pdf%3D1%26id%3D113+hist%C3%B3ria+dos+drag%C3%B5es&hl=pt-BR&ct=clnk&cd=82&gl=br

12 comentários:

Rodrigo disse...

Dragões são criaturas místicas que impressionam e fascinam o homem há milênios. Bahhh, muito tri, mas muito tri mesmo!!!Excelente texto!!! Parabéns!!!!

Adenir disse...

Parabéns pelo texto!!!Ótimo carater explicativo!!!

Anônimo disse...

Muito legal, não sabia q existia tanto pra saber sobre Dragões

22k disse...

Muito legal esse texto. tinhaq (aff)fazer um texto de português sobere animais miticos ,agora vou fazer sobre Dragões

Anônimo disse...

muito legal

rafa disse...

valeu, tinha q faze um trabalho sobre cultura chinesa

Fudencio disse...

Bom texto achoquie vou fazer umatatoo de Dragão

- mônica. disse...

Ha, eu amei *-*
parabéns, eu estava mesmo precisando disto !

FEELING disse...

ADOREI!!!!!

EU TENHO UM Yuan-shi tian-zong TATUADO NAS COSTAS...

EU O CONSIDERO COMO O MEU AMULETO!

BELO TEXTO!!!

Anônimo disse...

muito legal bicho mais eu prefiro rebolecho

Anônimo disse...

Rebola no pau então!

Adonis disse...

ótimo texto, bem espicativo.
E é também uma ótima história!