sábado, 31 de janeiro de 2009

Deitada calada


Deitada assim voando
Descoberta e dançando
Por sobre o som ecoa
Voa passarinha
Beija beija beija-flor

Vive mil vezes
Caminha nas dúvidas
Atrás das nuvens
Alcança o sol

Num dia de chuva
Chora de alegria
Enganada
Por quem ainda não pediu

Causas perdidas
Tanto amor minguante
Vive por poucos
Pra chorar calada

4 comentários:

Polly Etienne disse...

vc sempre artista...adorei este post!!

Eu assisti o filme do "benjamim" não cheguei a chorar mas gostei muito. Fiquei im-pres-si-o-na-da com a maquiagem, uau!!!

Vicky barcelona ainda nao ví, tá em cartaz aqui tenho que ir ver...

Toda vez que assisto um filme do almodovar lembro de vc tbém;) adoro wood allen, acho que vou gostar de "Vicky", depois te conto.

bjaö;)

kennedy rafael disse...

briagadão Pollys. C é minha querida da Austrália. Não perde esse filme por nada. Bjos.

Dani disse...

Linda,linda demais a poesia!
Ela é como eu caminha nas dúvidas, o q mais tenho são dúvidas,mas em momentos vivo nas nuvens e como ela alcanço o sol.
Tem pessoas que são como sol, nos aquece, nos ilumina e só tras coisas boas.
Você é assim....
beijo

kennedy rafael disse...

brigado Dani por brilhar na sua vida e pelas lindas palavras. vc é especial garooota!!!!